Grupos de Pesquisa

Os Grupos de Pesquisa da UFRN foram criados em 1992, com o objetivo de agrupar professores que trabalhavam em temática comum, dentro de um mesmo departamento, ou com abordagens multidisciplinares de uma mesma temática, em diferentes departamentos da Instituição. Na ocasião foram formadas 20 Grupos de Pesquisa formalizando a existência de grupos que já possuíam certo nível de organização e, na sua maioria, encontravam-se envolvidos com a formação de recursos humanos para a pesquisa, quer em nível de pós-graduação strictu e lato sensu ou em nível de iniciação científica e tecnológica.

 

A partir de então, o número de Grupos cresceu significativamente, em todos os centros acadêmicos, de acordo com o que se observa no gráfico abaixo:

 

Gráfico: Evolução de Grupos de Pesquisa por Centro

 

Conforme apresentado, o crescimento do número de Grupos tem sido contínuo, ressaltando-se que no Centro Regional de Ensino Superior do Seridó (CERES), os primeiros Grupos foram criados em 1999 e o seu perfil de crescimento tem acompanhado a tendência geral observada para o perfil da Instituição.

 

Atualmente, a grande maioria dos pesquisadores da UFRN encontra-se desenvolvendo suas linhas de pesquisa nos grupos, em diferentes temáticas, alguns deles vinculados a programas de grande impacto para o desenvolvimento social, científico e tecnológico regional e do país. Além disso, os grupos encontram-se cada vez mais vinculados aos programas de pós-graduação, o que tem motivado a criação de novos cursos de pós-graduação institucionais.

 

De acordo com a Resolução no 162/2008 - CONSEPE, de 18 de novembro de 2008, que estabelece as normas para criação, registro e funcionamento de grupos de pesquisa na UFRN, os objetivos gerais dos Grupos de Pesquisa são:

  1. Congregar pesquisadores cujos projetos se organizem a partir de um tema de interesse comum e se distribuam em linhas de pesquisa associadas a este tema;
  2. Desenvolver pesquisas de natureza científica, de inovação tecnológica, cultural, artística ou filosófica, bem como em outros temas inerentes à atividade universitária e que sejam de interesse institucional;
  3. Propiciar, ao estudante de graduação, a iniciação à pesquisa científica;
  4. Contribuir para o desenvolvimento de pesquisas multidisciplinares ou transdisciplinares;
  5. Favorecer a integração e a indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão;
  6. Estimular intercâmbios e parcerias para o desenvolvimento de pesquisas, a difusão do conhecimento produzido no âmbito da UFRN e sua divulgação para a sociedade.

 

Ainda de acordo com as normas, são três as categorias de Grupo de Pesquisa: Grupo de Pesquisa Consolidado (coordenado por um doutor e com pelo menos um pesquisador permanente se caracteriza por apresentar atuação científica regular e continuada há pelo menos três anos), Grupo de Pesquisa em Consolidação (coordenado por um doutor e constituído por pesquisadores apresenta atuação científica incipiente) e Grupo de Pesquisa Júnior (coordenado por um professor com pelo menos título de mestre, criado em caráter excepcional e a critério da Comissão de Pesquisa da PROPESQ, em áreas nas quais a UFRN ainda não possui atuação consolidada). Quanto a sua constituição os Grupos de Pesquisa inclui os membros permanentes (necessariamente docentes do quadro permanente da UFRN; é exigida a presença de, no mínimo, 02 (dois) membros permanentes em cada Grupo), membros associados (professores aposentados ou não permanentes (visitantes, substitutos, com bolsas de fixação), servidores técnico-administrativos com Mestrado ou Doutorado ou discentes de Pós-Graduação da UFRN). Além disso, profissionais de reconhecida competência técnico-científica poderão ser admitidos em um Grupo, se aprovados pela comissão de pesquisa, a partir da solicitação do respectivo coordenador.

 

Atualmente, 194 Grupos de Pesquisa da UFRN encontram-se cadastrados no Diretório de Grupos de Pesquisa do Brasil do CNPq.

 

A consulta sobre as temáticas e composição dos Grupos de Pesquisa da UFRN pode ser feita pelo link: http://www.sigaa.ufrn.br/sigaa/public/home.jsf

 

O Diretório Nacional de Grupos de Pesquisa do Brasil pode ser acessado pelo link: http://dgp.cnpq.br/buscaoperacional